Da biblioteca: Stardust

* Livro disponível nas bibliotecas públicas de Birmingham

stardust

Boa dica para quem gosta de fantasia. E melhor avisar logo no início: o que não é meu caso.

Mesmo assim, li Stardust, de Neil Gaiman, para o book club, mantendo a mente aberta para chegar à última página.

Como um conto de fadas para adultos, o livro conta a história de Tristran Thorn, que se lança em uma aventura do outro lado do muro que divide a aldeia onde mora de Faerie, em uma promessa que fez a sua amada, Victoria Forester.

Faerie é um mundo desconhecido e encantado, onde Tristran vai encontrar a estrela cadente que prometera buscar para Victoria e descobrir que ele mesmo é “metade encantado”.

A história ocorre durante a era vitoriana, mas, ao ler o livro, essa noção de época aos poucos se perde – talvez porque a ação passa a ocorrer mais no mundo encantando, onde não existe tempo histórico.

Apesar da minha limitada paciência com fantasia (unicórnio? *roll eyes*), o livro é bem escrito. Gosto especialmente das descrições de Gaiman, que fazem o leitor facilmente visualizar cenas…:

Ele passou por uma banca na qual cinco homens enormes dançavam a música de um lúgubre realejo sendo tocado por um urso negro com cara de velório; ele passou por uma banca onde um homem careca em um quimono colorido quebrava pratos de porcelana e os atirava em uma bacia incandescente, de onde uma fumaça colorida era despejada, tudo enquanto atraía quem passava.* (p. 13-14)

… ou pessoas:

Não havia ninguém na vila que quisesse ir na contramão de Bridget Forester, e diziam que era mais provável o muro andar do que Bridget Forester mudar de ideia. (p. 30)*

(Quem nunca conheceu uma Bridget Forester?)

Espere um final feliz, como nos contos de fadas (embora não exatamente como você possa imaginar). A história originalmente foi criada como uma novela ilustrada – o que provavelmente me daria outra impressão do trabalho de Gaiman, mesmo que a conversão para prosa tenha passado por poucas adaptações.

No Brasil, o livro chama-se O Mistério da Estrela – Stardust, pela editora Rocco.

* Tradução livre

> Veja o que mais você pode encontrar no sistema público de bibliotecas de Birmingham

Read the Printed Word!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *