As lojas do Grand Central

Nesta quinta-feira (24), ocorre a inauguração oficial de um novo shopping center em Birmingham, junto à principal estação de trens da cidade.

O Grand Central é o capítulo final na renovação da New Street Station. Para quem é recém-chegado, a antiga estação era um péssimo cartão de visitas a todos que desciam do trem para visitar a cidade pela primeira vez: sem iluminação natural e com uma aparência “triste”, para dizer o mínimo (sensação semelhante à da rodoviária de Porto Alegre).

 

New New Street Station #Birmingham #instabrum #station

A post shared by Melissa Becker (@melissabeckerbr) on

Há tantas lojas em Birmingham que parece que não precisamos mais.

Mas, na verdade, mais da metade das 60 unidades deste centro de compras são novidades para a cidade (além da John Lewis, terá The White Company, Tiger e Neal’s Yard Remedies, por exemplo), em meio a outras que são beeem batidas.

Listo todas as lojas, cafés e restaurantes abaixo (baseada nesta lista publicada pelo jornal local), com alguns comentários e meus favoritos em destaque, para vocês saberem o que esperar do novo destino consumista da B-town:

 

As lojas

Carphone Warehouse – celulares.

Cath Kidston – marca famosa por suas estampas vintages em roupas, acessórios e objetos de decoração.

Clinton Cards – cartões, velas, embrulhos para presentes etc.

Fat Face – roupas para praia e atividades outdoors.

Footlocker – roupas e sapatos esportivos.

Foyles – livraria independente. A “original” foi fundada em 1903 em Charing Cross, em Londres, e essa, em Birmingham, é apenas a segunda fora da capital britânica (Britol tem seua Foyles).

Gobstoppers – loja de doces americanos.

Hobbs – alfaiataria.

Holland & Barrett – produtos mais saudáveis.

Jacques Vert – roupas para casamentos e afins.

John Lewis – loja de departamentos, a maior da rede fora de Londres. Nunca entedi como Birmingham não tinha uma

Joules – roupa casual.

Kiehl’s – marca americana de cosméticos. Sim, vocês sabem que uso muitos produtos deles e falo com frequência aqui no blog – a qualidade é ótima e tem um bom custo-benefício. Até agora, Birmingham tinha apenas counter na Selfridges – agora vai ter loja!

L’Occitane – marca francesa de cosméticos, com uso de ingredientes naturais. Uma das minhas recentes descobertas. Excelentes produtos. 

Love Aroma – fragrância para casa em velas, difusores etc.

Monsoon/Accessorize – acessórios femininos.

Mica Beauty – cosméticos minerais.

Neal’s Yard Remedies – cosméticos orgânicos criados em Covent Garden, em Londres.

Newsflow – revistaria.

Office Shoes – calçados.

Pandora – joalheria.

Paperchase – loja descolada de material escolar e de escritório. Já tinha uma área grande na Selfridges e tem loja em Sutton Coldfield, mas agora vai ser loja no centro!

Pylones – marca francesa de acessórios e objetos de decoração.

Select – moda jovem.

Sonique – boutique de vestidos.

Steel & Jelly – moda masculina.

T.M Lewin – moda masculina.

TH Baker – joalheria.

The Perfume Shop – perfumes.

The White Company – moda e lifestyle, apenas em tons neutros. Visitei a loja de Bath no mês passado e fiquei encantada com o bom gosto. 

Tiger – produtos descolados para casa, escritório, festas etc. Comprei algumas coisinhas na unidade em Dublin, quando visitei a Irlanda

Vodafone – celulares.

Whittard – a típica loja de chás de Londres.

 

Cafés e restaurantes

Caffe Concerto – elegante restaurante italiano com música ao vivo.

Carluccio’s – restaurante italiano.

Cocomacs – café e bar com a primeira “microconfeitaria de luxo de macaroons de coco no Reino Unido” (mas não são os macarrons que você está pensando). 

Costa Coffee – café.

Crepe Affaire – crepes franceses.

Ed’s Diner – restaurante fast food ao estilo americano dos anos 50.

Francesca – fast food italiano.

Frizzenti – bar de espumante italiano (uma “proseccaria”?).

Fuel Juice – sucos.

Giraffe – restaurante.

Handmade Burger Co – hambúrgueres.

Nando’s – restaurante tipo português, misturado com Brasil, África do Sul etc.

Paul Boulangerie – café francês.

Pho – comida vietnamita.

Square Pie – tortas salgadas gourmet, tradicionalmente vendidas no Spitalfields Market, em Londres.

Tapas Revolution – restaurante espanhol.

Tortilla – comida mexicana (via California).

Yaki Nori – sushi e noodle bars, restaurante independente de Birmingham. 

Yo! Sushi – rede de comida japonesa. 

6 thoughts on “As lojas do Grand Central

  1. Realmente a nova estação ficou espetacular!!! A fachada com o “media eye”, o painel de vidro de onde se pode ver os trens passando embaixo… enfim… o conjunto da obra que une a nostalgia dos trens, com o novo, o moderno. Mas… impressão minha ou por aqui não se fazem inaugurações à moda brasileira??? Daquelas com “foguetório”, shows de bandas sertanejas, discursos de políticos… kkkkk… não vi nenhuma notícia disso por aqui!!!!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *