Beleza: favoritos de novembro e dezembro 2016 - pigmento para os olhos Quem Disse, Berenice?. Foto: Melissa Becker

Favoritos de novembro e dezembro: Kat Von D, L’Oreal…

Novembro e dezembro são meses em que viajo a trabalho para eventos. Isso significa estar apresentável (mesmo abrindo caixas de papelão e montando banners, tendo acordado às 6h da manhã ou mais cedo).

Um dos meus artifícios é usar maquiagem de boa duração, que possa ser aplicada facilmente e/ou que dê um efeito bacana com pouco esforço.

Esses são os meus objetivos e critérios quando compro e experimento produtos nessa época. Os itens favoritos de novembro e dezembro abaixo – incluindo uma marca brasileira – foram aprovados em pelo menos um ou mais desses pontos. 😉

 

Delineador da Kat Von D

Sabem o quanto eu gosto do delineador da Tom Ford? Agora imagina que o Kat Von D Tattoo Liner liquid eyeliner na cor Trooper é tudo isso, mas umas £30 mais barato.

A principal diferença é que o delineador da Kat Von D tem apenas uma ponta, enquanto o da Tom Ford é duplo (e eu realmente gosto do menor). Mas em ambos o aplicador é bem fininho e faz um traço preciso.

A embalagem da Tom Ford é luxuosa, mas posso viver sem isso, já que a fórmula da Kat Von D é boa tanto quanto. Dura um dia inteiro, sem borrar. É à prova-d’agua: por isso, se prepare para um pouquinho de trabalho quando for remover (use um BOM demaquilante).

A linha de maquiagem da tatuadora americana chegou no Reino Unido apenas no ano passado, com venda exclusiva na Debenhams.

 

Pigmento para olhos da Quem Disse, Berenice?

Comprei quando estive no Brasil, mas só fui usar no final do ano. Apesar de a vendedora ter me dito que o Quem Disse, Berenice? Pigmento pra Olhos na cor Nude era “bem dia”, minhas intenções eram outras, já que glitter não faz parte do meu arsenal diurno. Nada contra, só não tenho mais idade pra isso.

Para os dias festivos de Natal, foi perfeito. O pincel silicone pigmento, que comprei junto, é o aplicador adequado: é tipo uma “pázinha” de silicone, e é superfácil de aplicar. Só uso no centro da pálpebra para dar uma iluminada, e adoro o resultado.

Confesso que não comprei o primer para os olhos indicado, mas usei com outros bons produtos e fiquei bem impressionada que o glitter não se espalhou por toda a minha cara em poucos minutos.  😀

 

Corretivos da Bobby Brown e da Vichy

Decidi pegar pesado quanto a corretivos.

O primeiro a entrar para a gavetinha foi o Vichy Dermablend Corrective Stick em 25 Nude – a embalagem que tenho diz duração de 14h, enquanto o do link anterior do site da Boots diz 16h. Não sei se mudaram a fórmula nesse meio tempo.

Comprei com o pé atrás, já que as resenhas eram destoantes. Há quem ame, pela cobertura intensa (a linha é recomendada para pessoas com rosácea, vitiligo ou que precisa tapar tatuagem). Há quem reclame porque as cores são bem limitadas.

Realmente, o Nude tem bastante pigmento amarelo, o que não combina com quem tem pele de porcelana/rosada. Minha pele tem tons mais amarelos mesmo (por mais que eu não goste), mas não usaria esse corretivo sozinho. Com base, gostei muito.

Ele é em bastão, bem prático de usar (derrete com o calor dos dedos, se precisar espalhar um pouco).

Da Bobbi Brown, na verdade, são dois (três ou quatro?) produtos. Uma maquiadora já havia aplicado ambos corretivos em mim antes e não consegui achar nada igual para a área dos olhos até agora.

O primeiro é o Bobbi Brown Creamy Concealer Kit, com corretivo Warm Ivory e o pó de assentar corretivo em Pale Yellow. Esse eu uso para a região abaixo dos olhos, para dar uma iluminada.

O toque especial vem com o Bobbi Brown Creamy Corrector na cor Extra Light Peach Bisque, um corretivo com tons de rosa. Eu o aplico nas partes mais escuras das olheiras, para neutralizar aquela cor arroxeada, antes do corretivo normal. Faz uma diferença enorme!

Para aplicar, comprei o pincel Bobbi Brown Full Coverage Touch Up Brush – supermacio para essa área delicada dos olhos.

A vendedora da House of Fraser de Birmingham me aconselhou a não lavá-lo com shampoo Johnson’s (que é como eu limpo meus pincéis), porque vai amolecer a cola das cerdas. Cuidando bem, diz ela, o pincel pode durar cerca de 10 anos.

 

Base L’Oreal True Match Foundation

No outono, eu estava apaixonada pela L’Oreal Infallible 24h-Matte Foundation.

Mas é impressionante como, aqui na Inglaterra, minha pele muda, ou a luz muda, ou tudo muda no inverno. E aí eu quis mudar a base também, porque minha pele parecia seca demais com a 24h-Matte Foundation.

Entra em cena L’Oréal Paris True Match Foundation na cor 2.R/2.C Rose Vanilla.

O acabamento é opaco também, mas, como a cobertura é leve, fica mais natural. Na verdade, essa é a versão barata da maravilhosa Giorgio Armani Maestro Fusion Makeup: mais líquida, leve, que dá para aplicar rapidamente com os dedos.

Sozinha, não tem grande durabilidade. Uso um pouco de pó (no momento, Bourjois Poudre de Riz de Java) e borrifadas do spray fixador L’Oreal Infallible Fixing Mist para ajudar a segurar a base ao longo do dia. É o que tenho usado diariamente para trabalhar. Vale pelo acabamento, cobertura e preço.

 

 

Você já usou algum desses produtos?

O que está entre os seus favoritos?

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *