Category Archives: Boas da Semana

3 coisas boas da semana

Caminhar pelas ruas da City of London, documentário de Michael Moore e almoço com uma amiga no Edwardian Tearooms, no museu de Birmingham, estiveram entre as coisas boas da minha semana.

 

Pelas ruas da City of London 
City of London, The Shard - Foto: Melissa Becker
The Shard – Foto: Melissa Becker

Fazia tempo que eu não ia a Londres – acho que foi a primeira vez neste ano, sem ser para trocar de transporte e seguir para outro destino (Brasil, Malta, Brighton…). Fui a trabalho, para treinamento, e não deu para ver muita coisa além da vista para o The Shard. A propósito, conto neste post como é visitar no prédio mais alto de Londres!

Mas enquanto caminhava para o escritório da minha empresa em Londres, me dei conta como não conheço o suficiente essa parte da cidade. Ela combina prédios modernos e ruas estreitas traçadas na era medieval, com algumas pistas dessa época (como antigos monumentos), e é chamada de City of London. Continue reading 3 coisas boas da semana

3 coisas boas da semana

Na toca do coelho com Alice no País das Maravilhas, nova coleção da The White Company e produtividade nesta semana corrida.

Alice no País das Maravilhas

Comecei a ler Alice no País das Maravilhas antes de ir dormir nesta semana. Isso para amenizar um pouco os assuntos mais sérios que tenho acompanhado no Netflix (episódios finais da segunda temporada de Narcos, com muito sangue) e em livro no caminho do trabalho (Webs of Influence, sobre persuasão online, que inspirou esse post da semana).

Alice no País das Maravilhas: edição da Barnes & Noble
Fotos: Melissa Becker

Continue reading 3 coisas boas da semana

3 coisas boas da semana

Viajar sem sair do lugar: à Colômbia com a segunda temporada de Narcos, à Holanda pelas páginas de Moça com Brinco de Pérola e aos Estados Unidos com Buffalo & Rye, no centro de Birmingham.

Segunda temporada de Narcos, no Netflix

Fiquei muito feliz quando soube que a segunda temporada de Narcos estaria disponível no Netflix no início deste mês (para vocês terem uma ideia, eu assinei Netflix por causa de Narcos). Mas só foi nesta semana que pude começar a assistir.

Sem querer dar spoilers, depois de assistir a cinco episódios, dá para dizer que o ritmo da história foi mantido – se não estiver ainda mais rápido. Resolvi pular o recap da primeira temporada, e me senti meio perdida, porque a sequência conta a história exatamente de onde a anterior parou: Pablo Escobar caminhando na mata enquanto escapa da prisão.

Narcos ainda tem muita história para contar além de Pablo Escobar. Começou com o personagem certo, mas não deve parar ao narrar a morte dele. Quem sabe, seguir a narrativa do agente americano Steve Murphy (interpretado por Boyd Holbrook), que eu não tenho ideia do que realmente fez na vida real depois da morte do traficante colombiano, mas imagino que deve ter se envolvido em mais algumas caçadas.

 

Continue reading 3 coisas boas da semana

3 coisas boas da semana

Uma semana com perfume de América dos anos 30 graças ao novo filme de Woody Allen, Café Society, e evento no bar Bourne & Co..

 

Café Society

Quando a atmosfera do cinema combina com o filme: fomos ver o novo filme de Woody Allen, claro, no The Electric, o cinema mais antigo do Reino Unido ainda em funcionamento, em Birmingham.

Depois de uma série de filmes em cidades europeias (que me converteram a fã, não fanática, do diretor americano), Woody Allen volta a ter os Estados Unidos dos anos 30 como cenário em Café Society, dividindo a história entre o glamour de Hollywood e de sua cidade-natal, Nova York.

Não é das histórias mais interessantes dele, mas é mais um filme divertido e inteligente. Para mim, isso já basta para ir ao cinema ver mais um de Woody Allen.

 

Continue reading 3 coisas boas da semana

3 coisas boas da semana

Virada nas estatísticas do blog, o feriado de verão do Reino Unido e a incrível pizza artesanal do The Stable, no centro de Birmingham.

 

Virada nas estatísticas do blog

Consegui finalmente observar uma virada nas estatísticas do BrummieBR em agosto!

Desde que fiz a transferência da versão gratuita do WordPress para a paga, todas as estatísticas de três anos de blog se perderam. Não tem como transferir estatísticas. Isso afeta como o blog aparece (ou mal aparece) no ranking do Google quando alguém faz uma busca.

Se você encontrou o blog porque fez uma busca no Google, foi o número de acessos anteriores que fizeram o BrummieBR aparecer facilmente para você nos resultados. Quanto mais acessado, mais fácil de ser encontrado.

Toda essa informação foi perdida. Comecei a ter mais acesso dos Estados Unidos (não de brasileiros lá, mas provavelmente de americanos mesmo) do que do Brasil e do Reino Unido. Ou seja: a pessoa entrava no blog, não entendia nada e saía.

Agora, a virada nas estatísticas: em agosto, houve mais acesso do Brasil e do Reino Unido (onde meu principal público-alvo está – vocês, leitores! <3 ). Certamente meu conteúdo é bem mais interessante para vocês do que para os americanos que apareceram perdidos por aqui. Obrigada pela audiência!

Continue reading 3 coisas boas da semana

3 coisas boas da semana

Ida a Brighton, no sul da Inglaterra

Dois dias de férias, emendando com um feriadão, para uma visita rápida a Brighton, cidade no sul da Inglaterra famosa por sua praia de pedrinhas.

Foi a primeira vez que fui, e meu propósito foi relaxar, porque a parte mais corrida do ano para mim no trabalho vem aí. Assim, não fiz muito turismo – caminhei pelas Lanes, em busca de um café, e visitei o interior do Royal Pavilion – , mas aproveitei os dois dias de sol na praia, onde a água nem estava tão gelada.

Apesar de serem quase 3h30min de Birmingham (com troca de trem em Londres), valeu a pena.

Brighton, praia perto de Londres
  Brighton, praia de pedrinha – Fotos: Melissa Becker

 

Continue reading 3 coisas boas da semana

3 coisas boas da semana

(Always look on the bright side)

Espírito olímpico – e brasileiro – na Inglaterra
Espirito olimpico nos pubs da Inglaterra: bandeira brasileira na decoracao
Bandeira no The Lord Clifden – Fotos: Melissa Becker

As Olimpíadas anteriores foram no país que eu escolhi viver, e as de agora são no meu país.

É diferente acompanhar os jogos no Brasil à distância. Estou vendo muito pouco das competições por causa do fuso horário (4h de diferença agora que o Reino Unido está no horário de verão).

Mas tem sido bacana ver o espírito olímpico por aqui. Vamos ignorar produtos criados com tema olímpico – como o Rio BBQ Bites do KFC (opções: doce e com chilli – churrasco brasileiro para inglês ver).

Felizmente, tenho encontrado outras evidências do espírito olímpico e, de quebra, uma brisa brasileira.

Como a decoração do beer garden do The Lord Clifden, pub no Jewellery Quarter, cheio de bandeiras brasileiras. Ou aquele documentário da BBC sobre a Bossa Nova. Cenas do Rio na BBC diariamente, na mesma proporção de uma novela do Maneco (o que só nos deixa com mais banzo). A imprensa britânica obcecada com a piscina verde. O Guga com frequência na minha timeline.

E ainda meus bate-papos com minha amiga romena que está acompanhando os jogos mais do que eu. Trocamos mensagens durante a partida de handball feminino Brasil x Romênia, e levo a opinião dela muito a sério quando o assunto é ginástica olímpica. Ela adorou quando contei que Nadia Comaneci estava no Brasil e é muito admirada por lá.

Continue reading 3 coisas boas da semana

3 coisas boas da semana

(Always look on the bright side)

Abertura das Olimpíadas no Rio

Fiquei acordada até as 4h, acompanhando à cerimônia de abertura das Olimpíadas Rio 2015 pela BBC e no Twitter (óbvio). A transmissão começou à meia-noite do horário de verão inglês, mas valeu a pena.

A simplicidade do evento, em comparação aos anteriores em Londres 2012 e Pequim 2008, foi bem recebida no Reino Unido (pelo que vi até agora). Vai estar no nosso coraçãozinho para sempre, mas não creio que entrou para a história a longo prazo.

Acredito que estrangeiros não tenham entendido 50%, mas isso não me incomoda. Se eu não morasse na Inglaterra, não teria sacado parte da abertura das Olimpíadas de Londres (incluindo as enfermeiras).

Claro que me emocionei em muitos momentos: a formação do nosso povo, a nossa música, o Santos Dumont na cara dos americanos (que estavam assistindo a transmissão com delay de 1h), a Gisele (desculpa, não consigo evitar o bairrismo), o Vanderlei Cordeiro de Lima acendendo a Chama Crioula a pira olímpica…

Olympic Rings in the sky appear after awesome firework display #olympics #rio2016 (c)Getty Images

A post shared by The Olympic Games (@olympics) on

Continue reading 3 coisas boas da semana

3 coisas boas da semana

(Always look on the bright side)

1) Dicas para aumentar a produtividade no trabalho

“Não é um problema de gerenciamento de tempo, mas de foco”. A frase da especialista Judy Goldberg foi o denominador comum dos três palestrantes do RedBull Productivy Talks – From ‘To Do’ to ‘Done’ na biblioteca Birmingham, na última terça-feira. No Reino Unido, o lugar no qual mais se consome o energético é o ambiente de trabalho. :O

Ao lado de Judy, o Prof. Ian Robertson, neurocientista e autor do livro The Stress Test (sem tradução no Brasil, mas disponível na Cultura), e o ex-capitão do time inglês de rugby sevens Rob Vickermann deram dicas para evitar distrações e divagações para concluir uma tarefa sem perda de tempo.

Ian Robertson, neurocientista, mostrou técnicas para aumentar foco e produtividade
RedBull Productivity Talk em Birmingham – Fotos: Melissa Becker

Continue reading 3 coisas boas da semana