3 coisas boas da semana

Na toca do coelho com Alice no País das Maravilhas, nova coleção da The White Company e produtividade nesta semana corrida.

Alice no País das Maravilhas

Comecei a ler Alice no País das Maravilhas antes de ir dormir nesta semana. Isso para amenizar um pouco os assuntos mais sérios que tenho acompanhado no Netflix (episódios finais da segunda temporada de Narcos, com muito sangue) e em livro no caminho do trabalho (Webs of Influence, sobre persuasão online, que inspirou esse post da semana).

Alice no País das Maravilhas: edição da Barnes & Noble
Fotos: Melissa Becker

Esta edição que estou lendo (Alice’s Adventures in Wonderland and Through the Looking-Glass and What Alice Found There, pela editora Barnes & Noble, com ilustrações originais de John Tenniel) tem como introdução com a história real por trás da ficção.

O autor, o britânico Lewis Carroll, inventou a narrativa em 1862 durante um passeio de barco com a menina Alice e suas irmãs. A exata natureza da relação entre os dois não é bem clara para os estudiosos. O escritor e a família da menina romperam relações no ano seguinte à criação de Alice. Não se sabe o motivo, já que páginas relacionadas à época foram arrancadas do diário de Carroll.

Apesar da controversa vida pessoal, o autor revolucionou a literatura infantil com Alice no País das Maravilhas ao apresentar um mundo de fantasia para o puro entretenimento, ao invés das tradicionais histórias “com moral” que eram oferecidas às crianças vitorianas.

Me surpreendi com o ritmo da narrativa, que reforça ao leitor a fantasia da história e a sensação de Alice de que, a qualquer momento, tudo pode mudar.

 

Lançamento da coleção de outono da The White Company

Foto: Melissa Becker

Na terça-feira, uma das minhas lojas favoritas de agora promoveu um evento especial para o lançamento de sua coleção de outono.

Criada há 22 anos na Inglaterra, The White Company tem apenas tons neutros em sua proposta, principalmente branco, com materials de boa qualidade. É um chique sóbrio. Em Birmingham, a unidade fica no Grand Central, e em breve vou publicar um post sobre a nova coleção.

 

 Semana produtiva no trabalho

Agora começa o período mais corrido do meu trabalho, o que inclui viagens. Por isso, tive que fazer essa semana render.

Fazer to-do lists e alocar tempo para tarefas mais longas (de forma realista, e não achando que um trabalho de três horas pode ser feito em uma) têm ajudado.

Outra medida foi simplesmente não abrir meus emails de trabalho por uma manhã para permanecer focada enquanto escrevia um relatório. Assim, não perdi tempo, sendo distraída por notificações ou tentações em “dar uma olhadinha” na caixa de entrada. Só avisei meus colegas ao redor, caso algo urgente acontecesse. O celular também: ficou no mudo, dentro da bolsa.

Inspiração ainda da palestra promovida pelo RedBull sobre produtividade, há algum tempo, em Birmingham, mas sempre procuro ler mais sobre o assunto. E você, tem alguma dica de produtividade?

 

Always look on the bright side

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *