Lentilhas ao vinho branco

Minha tradição de Ano-Novo na Inglaterra é preparar lentilhas ao vinho branco.

Não costumo publicar receitas aqui porque não curto cozinhar. Mas essa lentilha é uma exceção. Preparo na noite do Ano-Novo e às vezes fora da data também.

Tirei a receita do livro Lunch in Paris: A Love Story with Recipes, de Elizabeth Bard (lançado no Brasil pela editora Leblon, com o título Almoço Em Paris – Uma História de Amor Com Receitas).

Lentilhas do tipo Puy para o Ano-Novo - Fotos: Melissa Becker
Lentilhas do tipo Puy em cozimento com vinho branco, cebola e cenoura: receita francesa – Fotos: Melissa Becker

Almoço em Paris

É a história de uma americana que se muda para Paris depois de começar um relacionamento com um francês. Claro que a vida de expatriado e relacionamentos entre pessoas de diferentes culturas são assuntos que me interessam!

Entre choques culturais, atrações parisienses e trabalhos como freelancer para publicações em inglês, ela encontra tempo para experimentar receitas, que estão no livro. A maioria delas, com ingredientes frescos que Elizabeth encontra ao explorar mercados e praticar francês com os vendedores.

O que me chamou a atenção neste prato em específico foi a sugestão de servi-lo com salmão.

No Brasil, eu só conhecia lentilha com porco, nunca com peixe. E ainda espremer um limão por cima? Whaaat?

A lentilha sugerida (Puy, cultivada na França) não precisa ficar de molho antes do cozimento e “mantém a forma” depois de cozida. Ou seja, não vira uma papa, algo que não é nem grão, nem sopa!

Não encontro facilmente em qualquer supermercado de Birmingham, mas vale a pena procurar (em geral, quando acho, é no Tesco). Também já comprei pela Amazon. Nunca fiz essa receita com outro tipo de lentilha, mas deve funcionar também. Se você tentar, me conta!

Além disso, a combinação das ervas, vegetais e vinho branco funciona muito bem.

Abaixo, você encontra a receita traduzida por mim, com observações minhas.

 

 

Lentilhas ao vinho branco

Rendimento: 6 porções

Ingredientes

2 colheres de sopa de azeite extra-virgem
1 cenoura picada
1 cebola média picada
2 1/2 xícara de lentilhas Puy, secas
6 xícaras de caldo de frango
1 lata de tomates, escorrido e picado
1 xícara de vinho branco seco
1/3 xícara de salsinha picada
1 folha de louro
Pimenta-preta a gosto (de preferência, moída na hora)
1 lata de creme de leite (uso crème fraîche, com menos gordura)
3 limões
Coentro fresco a gosto, picado
Salmão (1 por pessoa, opcional)

Modo de preparo:

  • Em uma panela grande, aqueça o óleo em fogo médio.
  • Adicione a cebola e cenoura e refogue por 5-10 minutos até a cebola ficar translúcida.
  • Acrescente as lentilhas e mexa para cobrí-las com o óleo.
  • Junte à panela o caldo de frango, tomate, vinho, salsa, louro, e a pimenta moída na hora (recomenda-se uma quantidade generosa, se você quiser sentir mesmo o gosto da pimenta. Do contrário, as lentilhas ficarão com um gosto mais suave – também gostoso, só diferente).
  • Deixe ferver em fogo baixo com a tampa entreaberta até que as lentilhas estejam macias e maior parte do líquido tenha sido absorvido (cerca de 1 hora).
  • Sirva em cumbucas rasas com uma colher de sopa cheia de creme de leite, coentro picado a gosto e a metade de um limão para espremer.
  • Se optar por acrescentar o salmão, prepare em uma frigideira em separado ou leve para grelhar (só tempero com sal e um pouco de pimenta preta, na manteiga, para não se sobrepôr ao gosto das lentilhas com o vinho branco e as ervas). Na hora de montar o prato, coloque o peixe sobre o creme, salpique o coentro por cima e finalize com o suco de limão. Delícia!

 

Qual a sua tradição de Ano-Novo?

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *