Simpsons e o distrito gourmet de Edgbaston

A fina culinária de Birmingham pode ser uma surpresa para quem conhece apenas seu passado industrial.  Esse novo perfil tem se consolidado com reconhecimento internacional, posicionando-a como cidade inglesa com o maior número de restaurantes com estrelas no guia Michelin após Londres.

E mais planos para solidificar esse cenário estão em andamento.

No final de setembro, participei do lançamento do distrito culinário de Edgbaston. O almoço para a imprensa ocorreu no ponto que deu início à fama gastronômica de Birmingham, o Simpsons Restaurant, do chef Andreas Antona.

Primeiro restaurante da cidade a receber uma estrela no guia Michelin, o Simpsons serviu um cardápio exclusivo, elaborado com seus parceiros, para mostrar o que Edgbaston é capaz de oferecer em fine dining.

Começamos com o cocktail Taste of Edgbaston, criado especialmente para o dia pelo novo The Edgbaston Boutique Hotel & Cocktail Lounge.

Inspirado pelos sabores locais e pelo jardim botânico da cidade (que fica no bairro), o drink leva licor de ruibarbo, cordial de flor de sabugueiro (or elderflower cordial), suco de maçã granny smith e vodka. 

Foto: Melissa Becker
Fotos: Melissa Becker

Para complementar a “cor local”, o Taste of Edgbaston foi servido com uma “fog” (“névoa”) de rosas, violetas e lavandas.

Foto: Melissa Becker

* * *

Os pães são coadjuvantes na maioria das refeições com entrada, prato principal e sobremesa. Mas os do Simpsons, preparados no próprio restaurante, são sublimes – especialmente os rolinhos de massa amanteigada com tapenade de azeitonas pretas. Impossível comer um só.

Foto: Melissa Becker

Como entrada, uma das especialidades da casa: ovo de pato com cobertura crocante, acompanhado de salmão defumado, caviar avruga e espuma de batata. Apesar de comum, não é difícil agradar meu paladar com salmão (pena que não tirei foto, nem consegui de divulgação – oops).

O ovo de pato não foi a única novidade do cardápio para mim. Ingredientes tradicionais da culinária inglesa que eu nunca havia provado antes também apareceram na sequência. Mas fiquei feliz com a experiência.

* * *

Considerando que o chef Andreas Antona (de origem grega) traz toques mediterrâneos ao menu do Simpsons, o prato principal foi bastante britânico.

O toucinho de porco cozido em fogo lento era de extrema qualidade, combinando bem com os sabores adocicados do purê de abóbora e das uvas passas, além do black pudding (a morcela inglesa) e de alcaparras.

Foto: Melissa Becker

A carne foi fornecida pelo açougue Aubrey Allen, que detém o selo Royal Warrant da Rainha Elizabeth II (ou seja, de fornecedor do Palácio de Buckingham). 

Foto: Melissa Becker

Foto: Melissa Becker

Para harmonizar, uma cerveja já conhecida – e aprovada: a pale ale Mad Goose, da Purity Brewing (encontrada em vários pubs de Birmingham).

Martin Hilton, do futuro Pure Bar & Kitchen (foto ao lado), aproveitou a degustação da cerveja para mostrar aos convidados dois dos principais ingredientes da bebida: cevada (na foto abaixo, à direita) e lúpulo.

O Pure Bar & Kitchen será um restaurante e bar de cervejas artesanais que deve abrir neste inverno no centro de Birmingham, em uma parceria de Hilton, da cervejaria Purity e do chef Antona.

 

DSC_2499

* * *

Para terminar a sequência de delícias, foi servida a sobremesa dos meus sonhos, daquelas que conseguem uma combinação perfeita – uma esfera de chocolate que derretia com um molho de frutas vermelhas quente, revelando no seu interior um parfait com framboesas frescas.

Fotos: Melissa Becker

Fotos: Melissa Becker (acima) e Divulgação
Fotos: Melissa Becker (acima) e Divulgação

.

* * *

O último drink foi mais uma criação do The Edgbaston Boutique Hotel & Cocktail Lounge, especial para o lançamento do distrito culinário.

Servido com um imenso cubo de gelo, o Smokey Old Bastard combinava whisky escocês Ardbeg 10 anos (de forte sabor defumado) com xerez Pedro Ximenezmaple syrup nível B (o mais escuro deles – eu não tinha ideia de que havia essas variações), extrato de baunilha taitiana e bitters aromáticos.

A bebida foi envelhecida por três meses em barril.

* * *

Foto: Melissa Becker
Menu elaborado para o lançamento do distrito gastronômico de Edgbaston

Essa foi a primeira vez que fui a um restaurante com estrela no guia Michelin. O Simpsons fica em uma antiga casa em estilo georgiano e é um encanto, em uma das áreas mais nobres e agradáveis de Birmingham – aguarde um próximo post sobre seus quartos (UPDATE: e, sim, o restaurante também é uma espécie de hotel, leia aqui).

Um dos organizadores me perguntou quem seriam os brasileiros interessados em ir ao Simpsons. Acredito que qualquer um que goste de uma experiência gastronômica ou que queira escolher um restaurante bacana para marcar uma data especial.

Claro que a qualidade tem um preço, mas não chega a ser proibitivo. Os valores do cardápio começam a partir de £40 por pessoa (almoço com três pratos e meia garrafa de vinho).

Apesar da qualidade impecável dos ingredientes, da preparação e do serviço, não fui a única a sair deste almoço com a impressão de que poderia repetir a sobremesa – não por mera gula, mas por sentir que talvez a porção do prato principal poderia ter sido mais generosa. Mesmo assim, é uma experiência que eu gostaria de repetir.

* * *

Se o distrito gastronômico de Edgbaston funcionar com uma articulação tão boa como a amostra que a Calthorpe Estates (responsável pelo desenvolvimento imobiliário da área), o Simpsons e seus parceiros nos ofereceram neste lançamento, Birmingham vai ampliar sua fama gastronômica.

Achei admirável esse trabalho conjunto para promover essa faceta do bairro. Além das casas que mencionei, foi ótimo conhecer empreendedores da região como Lee Cash, do Peach Pubs (que podem ser encontrados em cidades como Kenilworth e Leamington Spa – bons destinos para day trips), e Anthony McDonagh, da Heritage Silverware (empresa sediada em Small Heath que cria prataria para restaurantes e hotéis exclusivos, como The Ritz, em Londres), entre outros.

O Simpsons Restaurant fica na 20 Highfield Road (B15 3DU).

Post relacionado

> Os jardins e quartos do Simpsons Restaurant

Foto: Melissa Becker

0 comentários em “Simpsons e o distrito gourmet de Edgbaston

  1. Excelente texto, Melissa! Fiquei com agua na boca e vontade de experimentar, principalmente a sobremesa rsrs Tambem nunca fui a um restaurante com estrelas do guia Michelin. Talvez va com o Marek no Natal ou Ano novo.

  2. Excelente texto, Melissa! Fiquei com agua na boca e vontade de experimentar, principalmente a sobremesa rsrs Tambem nunca fui a um restaurante com estrelas do guia Michelin. Talvez va com o Marek no Natal ou Ano novo.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *