A loja "mais fascinante" da capital britânica

Fotos: Melissa Becker
Fotos: Melissa Becker

Gosto de Birmingham, mas amo Londres. Quando fico muito tempo sem ir, fico saudosa.

Ontem lembrei que visitei um lugar no ano passado sobre o qual nunca escrevi. Estive na The General Trading Company (GTC) em um evento para integrantes da Foreign Press Association in London*. Tivemos oportunidade de explorar o local e conversar com a proprietária, Caroline Stacpoole.

A GTC é considerada “a loja mais fascinante de Londres”.  Não sou eu quem estou dizendo – este é realmente o slogan da loja.

Foto: Melissa Becker

Atualmente funcionando em dois endereços – 91 Pelham Street, South Kensington (onde estive), e 84 Holland Park Avenue -, tem história: opera desde 1920, quando se tornou uma das primeiras boutiques londrinas a oferecer uma grande variedade de itens como móveis, presentes, porcelanas e acessórios.

Hoje, a GTC é uma das poucas casas a possuir três garantias reais – isto é, uma espécie de certificado de fornecedor oficial para a realeza britânica:  para a Rainha, para o Duque de Edimburgo e para o Príncipe de Gales. Anteriormente, atendia também à Rainha-Mãe (mãe de Elizabeth II).

Não preciso dizer que qualquer informação relacionada à família real é confidencial, né? Mas não é absurdo imaginar que o filho do Príncipe William e de Kate Middleton logo vai ter um objeto da loja.

Foto: Melissa Becker

Talvez, à primeira vista, a GTC não seja tão impactante. Apesar de ter muitos itens, o lay-out é organizado – dividido nas áreas de banho e fragrâncias, papelaria, itens para casa e antiguidades orientais. Os objetos que ali estão foram cuidadosamente escolhidos, para seguir os padrões da marca.

Um deles seria a ênfase aos pequenos fornecedores, gente que produz peças únicas ou limitadas. Ao todo, são 250 deles, a maior parte baseada no Reino Unido – e essa é outra característica, uma dedicação aos produtos britânicos, um grande diferencial em um país com tantos importados.

Foto: Melissa Becker

Mesmo assim, existem materiais de outros continentes nas prateleiras, desde que produzidos de forma sustentável.

Foto: Melissa Becker

Trouxe para casa uma das velas da própria marca: feitas à mão na Inglaterra com cera vegetal natural,  ela pode ser usada para massagem quando derretida – por isso, vem em um desses recipientes de laboratório, para facilitar na hora de derramar.

O cheiro é bem gostoso, e a vela vem embrulhada em um pedaço de tecido asiático lindo. Acho uma ideia ótima para presente.

Foto: Melissa Becker

Outras imagens do interior da loja – a sessão de banho e fragrâncias:

Foto: Melissa Becker Foto: Melissa Becker

Os luxuosos móveis e antiguidades orientais:

Foto: Melissa BeckerFoto: Melissa Becker  Foto: Melissa BeckerFoto: Melissa Becker

* As fotos publicadas neste post são do ano passado. Por isso,muitos itens podem não estar disponíveis e o atual layout pode estar diferente.

3 comentários em “A loja "mais fascinante" da capital britânica

    1. Hahaha! Dá uma passadinha lá e depois me conta. Adoro a vela que trouxe (custava 20 libras na época). Se fosse lá novamente, olharia com mais atenção os produtos de banho e fragrâncias. Os móveis antigos custavam umas 5 mil libras, ou mais.
      Mas também dá para encontrar coisas curiosas como bloquinhos de anotações feitos a partir de “elephant poo” – não podia ser mais ecológico, e é um amor!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *