Ben Harper acústico no Symphony Hall

Eu sabia que o Ben Harper conseguia fazer um baita show com sua banda. Agora sei que ele também consegue fazer um baita show sozinho (ou quase).

Na última terça (29 de abril), assisti a An Acoustic Evening with Ben Harper no Symphony Hall, em Birmingham (meu primeiro show na casa – e “What a room!“, como disse o próprio Ben).

BenHarper - Divulgação

Com dois pianos e outros instrumentos espalhados em três tapetes no palco, o cantor abriu com três instrumentais em sequência.

Não podia ser mais diferente do show anterior que vi: Ben Harper & The Innocent Criminals, no Pepsi OnStage, em Porto Alegre, em janeiro de 2007 (oops, faz tempo e, mesmo assim, foi um show inesquecível – setlist aqui). O primeiro foi superdançante (odeio a expressão “superdançante”), enquanto momentos do segundo davam vontade de fechar os olhinhos para curtir…

Mas nem todas pareciam uma brisa na praia. Depois da abertura instrumental, ele seguiu para outras mais conhecidas, incluindo Excuse Me Mr. (do antigo repertório, a minha preferida neste show!) e Please Bleed (o som mais “pesado/dark” da noite).

Don’t Give Up On Me Now foi a primeira música que ele tocou em um dos pianos. LifelineDiamonds On The Inside (que, para dizer a verdade, não gosto muito) fecharam o show – ou a sua primeira parte.

Assim como o show em Porto Alegre, acabei ficando com a sensação de que o bis foi melhor do que “o show em si”. Para o primeiro bis (sim, Ben Harper faz valer cada centavo do seu ingresso, em mais de três horas de apresentação), ele trouxe para o palco Ellen Harper – sua primeira professora de música e mãe (awwww…)

Ben & Ellen gravaram juntos o álbum Childhood Home, que será lançado dia 6 de maio. Em Birmingham, eles tocaram três músicas, sendo Born To Love You (com Tom Freund, que fez o show de abertura) a mais doce.

No segundo bis, sozinho novamente, tocou Trying Not To Fall In Love With You no piano quase como um tango (das músicas que eu não conhecia, essa foi minha preferida), enquanto Better Way ganhou uma versão meio indiana.

Do seu álbum com Charlie Musselwhite, teve I Trust You to Dig My Grave (“Because if you trust someone to dig your grave, you trust this person A LOT!”). Ben Harper é sempre muito simpático nos shows e interage com o público.

“Quando você passa das 100 músicas,
você está ferrado!”

Desta vez, não houve Sexual Healing. E, apesar de adorar a música, o show é simplesmente tão bom que não chegou a fazer falta.

Agora a tour segue para outras cidades da Europa – confira as datas dos próximos shows aqui.

(Fui ao show a convite da Juliana, que comprou os tickets para comemorar o aniversário dela e teve a generosidade de compartilhar comigo o presente, na semana do meu aniversário. Dois presentões: o ingresso e a companhia! xx)

* * *

SETLIST

SET 1
Strut
Welcome To The Cruel World
Number Three
Roses From My Friends
Excuse Me Mr.
Fight Outta You
Please Bleed
Fade Into You
Don’t Give Up On Me Now
All My Heart Can Take
Lifeline
Diamonds On The Inside

ENCORE 1
City Of Dreams (feat. Ellen Harper)
Learn It All Again Tomorrow (feat. Ellen Harper)
Born To Love You (feat. Ellen Harper and Tom Freund)

ENCORE 2
Trying Not To Fall In Love With You
Better Way
Amen Omen
Walk Away
Forever
I Trust You To Dig My Grave
Burn One Down
Hallelujah
Pleasure And Pain (feat. Tom Freund)

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *