Contos além-túmulo no Jewellery Quarter

Visitar uma fábrica de acessórios para caixões soa mórbido para você?

Mas e se local tiver sido transformado em um museu devido a sua herança vitoriana e à história da empresa, responsável por adornar caixões de personalidades como Winston Churchill, a Rainha Mãe e a Princesa Diana?

Foto: Melissa Becker

Esse patrimônio passa agora por um processo de conservação e restauração no prédio onde funcionou a Newman Brothers Coffin Fittings Works, na Fleet Street, no Jewellery Quarter.

Foto: Melissa Becker

O espaço deve abrir suas portas para o público em breve

Foto: Melissa Becker

Em setembro, BrummieBR participou de uma visita ao futuro museu, atualmente o maior projeto do Birmingham Conversation Trust.

Foto: Melissa Becker

The Coffin Works Project começou no final de julho e deve inaugurar no verão de 2014. Além de museu, haverá oito espaços que podem ser alugados.

Os materiais mostram mudanças em relação a rituais funerários entre os finais dos séculos 19 e 20.

Fotos: Melissa Becker

Além de acessórios em metal, a Newman Brothers confeccionava mortalhas e exportava para diferentes partes do mundo.

Foto: Melissa Becker

O trabalho de restauração do prédio, erguido de 1894, é meticuloso ao respeitar a construção original. Materiais são analisados em laboratório para que sejam recuperados com os mesmos componentes, e não com algum substituto moderno.

Foto: Melissa Becker

Antigos interruptores e canos do sistema de aquecimento serão mantidos.

Fotos: Melissa Becker

Foto: Melissa Becker

As janelas têm vidraças originais.

Para não atrapalhar a produtividade, os vidros que ficavam na altura dos olhos de quem trabalhava nas mesas junto às janelas eram do tipo canelado, que impediam acompanhar o movimento na rua.

Foto: Melissa Becker

O local é considerado uma cápsula do tempo, pois conserva equipamentos e materiais dos mais de mais de 100 anos de operação da fábrica.

Foto: Melissa Becker

O projeto deve destacar os processos industriais e as vidas de trabalhadores e proprietários

Foto: Melissa Becker

Foto: Melissa Becker

O local é considerado um exemplo típico de uma manufatura do Jewellery Quarter construída no final do século 19, quando Birmingham era considerada a “oficina do mundo”.

Foto: Melissa Becker

Foto: Melissa Becker

Foto: Melissa Becker

Foto: Melissa Becker

O texto da Simone Ribeiro sobre a visita ganhou destaque no site do Birmingham Conservation Trust – leia aqui.

Foto: Melissa Becker
Prédio tombado fica na Fleet Street, no Jewellery Quarter

Google+

0 thoughts on “Contos além-túmulo no Jewellery Quarter

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *