DLG Images - Flickr - CC BY 2.0 - www.directline.com/

Remédios na Inglaterra

Se o médico na Inglaterra prescreve uma receita, o paciente a leva a uma farmácia e paga £8.20* por item. Sim, TODOS os remédios com prescrição têm esse mesmo valor, a menos que a pessoa esteja no grupo que pode receber medicamentos de graça pelo NHS, o sistema de saúde público do Reino Unido, ou o item em específico é fornecido gratuitamente. Simples.

Mas e quando a gente é “recém-chegado” por essas bandas, e o médico diz para comprar um remédio “over the counter” – isto é, sem receita, é só pedir no balcão da farmácia? Ou se a gente está fazendo turismo e bate aquela dor de cabeça?

Na primeira vez que tive uma gripe depois de ter me mudado para Birmingham, me dei conta de que não conhecia as marcas daqui. Como encontrar Benegripe? Pastilha Valda? Melagrião?

Por onde começar a olhar nas prateleiras? Seria perda de tempo. Expliquei no balcão o que eu sentia, e a atendente da farmácia me mostrou alguns produtos. Os nomes comerciais eram totalmente diferentes dos do Brasil. Apesar do meu inglês não ser ruim na época, foi uma daquelas situações em que a gente não se sente confiante por não estar familiarizado.

Pensando em ajudar marinheiros de primeira viagem à farmácia na Inglaterra, resolvi escrever este post.

 

**** ATENÇÃO: não encorajo o automedicamento (consulte o seu GP!), nem estou recebendo milhões da indústria farmacêutica para fazer propaganda aqui.

Meu único objetivo com este post é dar REFERÊNCIA, para ficar mais fácil de achar na prateleira ou de saber o que é quando sugerirem na farmácia. Você é responsável quanto ao uso desses produtos. Leia a bula. 😉

 

A Boots – que, hey, antes de vender maquiagem, é uma farmácia – tem as seções de medicamentos identificadas com plaquinhas. Não sei se outras redes também organizam suas estandes assim, mas é bem prático.

(Ah, sobre as fotos abaixo: não se assustem, não tenho todos esses remédios na farmacinha aqui de casa! Muitas caixas estão vazias, guardei apenas para ilustrar para esse post!)

Esses são alguns medicamentos “over the counter” (sem necessidade de prescrição) que você pode encontrar por aqui:

 

Painkillers = analgésicos

Remedios_Inglaterra_Melissa_Becker01
Fotos: Melissa Becker

O mais fácil de achar é o paracetamol, produzido por vários laboratórios, mas ainda tem aspirinaibuprofeno (meninas, uso o Rapid Ibuprofen Lysine para aliviar as cólicas).

 

Cough and cold = Tosse e resfriado

Remedios_Inglaterra_Melissa_Becker03

Para gripe, uso Sudafed – e existem vários tipos, que combatem diferentes sintomas (o da foto é como o medicamento que eu costumava tomar no Brasil, com um tipo de cápsula para o dia e outro para a noite). Strepsils são pastilhas para a garganta (aqui chamadas de lozenges). E, veja só, tem Vick Vaporub! A vitamina C efervescente vem em uma embalagem parecida com a do Brasil.

Já o xarope para tosse é algo de doido: eles têm um tipo de xarope para cada tipo de tosse – o da foto é para tosse seca! Só ouvi falar de uma marca (Bronchostop) que é indicada para todos os tipos, mas nunca usei. UPDATE: usei e funcionou, mas tem um gosto fortíssimo de tomilho. Eu gostava muito desse tempero, mas agora, sempre que como algo com tomilho, me lembro desse remédio!!!

 

Digestion = Digestão

Remedios_Inglaterra_Melissa_Becker02

Antiácidos para indigestão e azia (heartburn) incluem as marcas Gaviscon (líquido, em frasco e em sachês) e Rennie (pastilhas). Quem sofre com enjoo em viagens pode pedir no balcão por motion sickness tablets.

 

Eye care = Cuidados com os olhos

Remedios_Inglaterra_Melissa_Becker04

Existem vários tipos de colírios (eye drops) que podem ser comprados sem receita. Como às vezes meus olhos ficam secos, aplico um que é indicado para usuários de lentes de contato (e que pode ser “pingado” quando a gente ainda está de lentes!). Na bolsa, costumo levar o Optrex, que é em spray (para borrifar com os olhos fechados) – acho mais prático do que as gotas quando se está na rua e com maquiagem. Quanto ao líquido para as lentes de contato, sigo comprando OptiFree, como no Brasil – mas também é superfácil de achar Renu por aqui.

 

Outros

Remedios_Inglaterra_Melissa_Becker05

Aciclovir é para tratar herpes labial e você vai encontrá-lo por aqui mais comumente com o nome de cold sore cream.

Eardrops é como chamam as “soluções otológicas” (ou, deixando as palavras bonitas de lado, aquelas gotas para amolecer a cera dos ouvidos!). E curativos do tipo Band-Aid, que bem que poderiam ser conhecidos aqui como Band-Aid, são chamados de plasters.

Para dores musculares, existe Voltarol Pain-eze, mas outra marca bem popular é Deep Heat (na foto, em spray). Foi o que usei primeiro, mas irritou minha pele (meu marido usa sem problemas, então, é daquelas coisas que depende da pessoa mesmo).

Experimentei o heat patch (adesivo que aquece) do Deep Heat para  dor nas costas, mas gostei mais do da marca Thermacare (vendido em caixa, que não guardei, mas tem a mesma imagem que está na embalagem da foto acima). Eles não são emplastro, mas dão alívio por meio do calor.

* * *

Contraceptive pills = pílulas anticoncepcionais

Anticoncepcional_Inglaterra_Melissa_Becker

Anticoncepcionais são fornecidos gratuitamente na Inglaterra, mas não adianta chegar na farmácia e pedir apenas. Fale com ao seu GP ou, mesmo se não é registrada com o NHS, consulte uma sexual health clinic: descubra a mais próxima de seu endereço neste site. Outras informações sobre o assunto aqui.

* * *

 

> Para descobrir a farmácia mais próxima do seu endereço, faça uma busca nesta página do NHS.

Neste outro link, é possível fazer uma busca na lista de medicamentos vendidos na Inglaterra.

 

* O valor do remédio com receita é ajustado de tempos em tempos. Para se certificar quanto ao preço atual, confira esse site do NHS

> Foto no topo do post: DLG Images – Flickr – CC BY 2.0 – www.directline.com

Remedios_Inglaterra_Pinterest

12 comentários em “Remédios na Inglaterra

    1. Obrigada, Gislaine.

      Se você já estiver no Reino Unido e for registrada com o NHS, pode marcar uma consulta para falar com seu médico. Se só tiver os nomes em português, tenta descobrir o principal ingrediente (nome genérico), que o médico pode fazer uma pesquisa para achar um similar, se não houver o mesmo.

      Se você não está aqui ainda, tem esse site, um banco de dados dos remédios vendidos no país:
      http://www.drugs.com/uk/

  1. Olá, eu tomo anticoncepcional injetável, possuo as receitas para os anos seguintes, quando chegar no UK posso ir na farmácia e comprar ou devo consultar novamente?

    1. Olá! Você pode tentar ir na farmácia, mas acredito que eles aceitem somente receitas prescritas no Reino Unido. Se não aceitarem, tu deverás consultar novamente. A gente não compra anticoncepcional por aqui, é fornecido gratuitamente pelo sistema único de saúde britânico, mas apenas com receita (após consulta com médico, family planning nurse ou em uma sexual health clinic).

  2. Oi Melissa, que legal achar o seu blog e a sua ajuda.

    Vc sabe dizer como seria para consequir medicação controlados, antidepressivos e tal? Porque, estou aqui a uns 2 meses, trouxe do Brasil, suficiente para 3, agora não sei se arrisco minha mãe enviar pelo correrio até que eu consiga por aqui. Mas vc acha que consigo por aqui pelo GP ? Ao qual ainda tenho que me registra e ver como funciona..

    Agradeço desde já!

    1. Oi, Luciano. Acho que o mais seguro é você se registrar com o GP – no fim, vai sair mais barato do que alguém te enviar do Brasil e você ainda terá acompanhamento médico, o que é sempre bom. Eles não vão te dar direto, tu vais ter que ter uma avaliação, mas é o procedimento normal deles aqui. Mas se tua mãe mandar pelo correio, acho que passa. Te cuida! 🙂

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *