Você se sente seguro em Birmingham?

Foto: Melissa Becker
Foto: Melissa Becker

Assuntos para vários posts se acumularam neste período em que fiquei um pouco afastada do BrummieBR devido à preparação para o Life in the UK.

Um deles foi uma pergunta sobre Birmingham enviada pela Camila Marchioni no final de agosto:

“Ouvi muita gente reclamar que esta seria uma cidade com muita violência

Qual a sua opinião?

Birmingham é segura?”

* * *

Encontrei gráficos interessantes com estatísticas de crimes e comportamentos antissociais (ASB, na sigla em inglês) no centro da cidade, compilados pelo site UKCrimeStats.com.

Por e-mail, respondi para a Camila que, em geral, me sinto mais segura em Birmingham do que no Brasil. Mas acho que isso depende com qual cidade a gente compara (eu morava em Porto Alegre, que não é a mais perigosa cidade no Brasil, mas também não é a mais tranquila) ou qual a experiência que cada um já teve.

Gostaria de ouvir outras opiniões. Qual a sua percepção?

0 thoughts on “Você se sente seguro em Birmingham?

  1. Na época que morei em birmingham andava pelas ruas nas madrugadas de sábado para domingo a pé .. E sempre sozinho e nada graças ao bom Deus nunca tive nenhum problema, voltaria a morar na cidade e me sentiria mega seguro ao contrário do Brasil que sou roubado todos os dias quando acordo por esses políticos corruptos.

    1. Henrique, dependendo da área, eu arriscaria a andar por aqui de madrugada ainda hoje – mas não seria em todas as partes da cidade. Já em Porto Alegre, eu não pegava ônibus depois de escurecer, muito menos andava pela rua sozinha…

  2. Na época que morei em birmingham andava pelas ruas nas madrugadas de sábado para domingo a pé .. E sempre sozinho e nada graças ao bom Deus nunca tive nenhum problema, voltaria a morar na cidade e me sentiria mega seguro ao contrário do Brasil que sou roubado todos os dias quando acordo por esses políticos corruptos.

    1. Henrique, dependendo da área, eu arriscaria a andar por aqui de madrugada ainda hoje – mas não seria em todas as partes da cidade. Já em Porto Alegre, eu não pegava ônibus depois de escurecer, muito menos andava pela rua sozinha…

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *