A arquitetura e os museus contam a história de Bath

BathApesar de Bath ter sido fundada há 3 mil anos, sua arquitetura da era moderna redefiniu a cidade.

Visitas da realeza e da aristocracia impulsionaram um período de desenvolvimento que a tornou “um resort de frivolidade e fashion“, o que resultou em uma reconstrução e um novo layout no século 18.

Por isso, a cidade hoje é considerada patrimônio histórico pela Unesco.

Além da herança romana – com os antigos banhos sendo destaque –, a cidade ainda tem outras atrações, como a monumental abadia e um museu da moda.

Abadia_de_Bath_Melissa_Becker (1024x668)
Fotos: Melissa Becker

O guia produzido pelo escritório de turismo de Bath tem como slogan “Construída para o prazer” – não é exagero, porque ainda é um local de bem-estar e entrenimento, e a beleza da arquitetura serve como cenário.

Em geral, Bath é destino de turistas por apenas um dia, mas, se você ficar por um final de semana ou mais, não vai se arrepender.

Veja locais imperdíveis da cidade:

 

> Abadia de Bath: Sua construção começou em 1499, levando 40 anos para ser concluída. No passado, foi um monastério beneditino, mas hoje é parte da igreja anglicana. É possível subir na torre de 49 metros para se ter uma vista de 360 graus da cidade, mas não deixe de observar a beleza dos vitrais (o que fica localizado a leste tem 56 cenas da vida de Jesus Cristo). Tem entrada franca, mas uma pequena doação é sugerida.

 

> Sally Lunn’s: Uma das casas mais antigas de Bath (de 1482) foi o abrigo encontrado por uma jovem refugiada francesa que marcou a cidade 300 anos atrás. Sally Lunn criou uma espécie de pão (com receita secreta, claro) que virou uma iguaria na época georgiana por ter um sabor único, ser leve e poder ser acompanhados por coberturas doces ou salgadas, igualmente deliciosas. Ainda hoje, o famoso pão é assado no mesmo local em que Sally preparava suas fornadas. O gosto de história é motivo suficiente para experimentá-lo com um bom chá, e os fregueses podem visitar gratuitamente o subsolo que preserva a história do local e mostra um pouco as condições em que Sally trabalhava.

Sally_Lunn_Bath_Melissa_Becker (651x1024)

 

> Museum of Bath Architecture: Conta a história da arquitetura local a partir do renascimento da cidade como ponto de encontro da sociedade britânica, no século 18. Para acomodar os novos visitantes de Bath, novos prédios foram construídos, como os assinados pelo arquiteto John Wood e seu filho – como, por exemplo, The Circus e Royal Crescent, dois lugares que vale a pena ver (e sonhar em morar lá um dia – fotos abaixo!). O uso de materiais de alta qualidade e o design diferenciado definiram o período georgiano.

Royal_Crescent_Melissa_Becker (945x1024)

 

> The Fashion Museum: Como passear pelas ruas de Bath exibindo as últimas tendências da moda – de preferência, vindas de Paris – era uma das atividades de seus visitantes em séculos passados, nada mais natural do que haver um museu da moda na cidade. Diferentes de outros que já visitei, esse foca no que era vestido na Inglaterra. O ponto alto é a exposição de peças dentro de vitrines onde ficam a reserva do próprio museu – incluindo um vestido que a rainha Victoria usou quando se tornou viúva de seu amado Albert.

Museu_da_Moda_Bath_Melissa_Becker (665x1280)

 

> Herschel Museum of Astronomy: Museus de ciências raramente vão estar no topo da minha lista de lugares para visitar, mas esse foi uma boa surpresa. Fica na casa onde morou o astrônomo William Herschel, o descobridor do planeta Urano. É interessante ver a construção de antigos telescópios e outras ferramentas científicas do passado.

Herschel (874x1280)

 

> Victoria Art Gallery: Um museu de arte para quem não tem tempo para grandes museus de arte: é pequeno e tem um “bom resumo” com pinturas, esculturas  e artes decorativas – incluindo lindos vidros produzidos na região de West Midlands. Quem gosta de arte não vai se decepcionar –  minha peça favorita foi a obra de Grayson Perry abaixo, A Map of Days (na verdade, um mapa da mente). Tem entrada franca (exceto para exibições temporárias).

Gray (1024x553)

 

 

2 comentários em “A arquitetura e os museus contam a história de Bath

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *