Primavera em Praga: cerveja e gastronomia

PragaPraga é uma das capitais mais baratas da Europa, e é fácil sentir a diferença no bolso da hora de pagar sua conta no restaurante*.

Mesmo assim, não fiz pesquisas para descobrir as melhores mesas da capital tcheca. Não foi uma “viagem gastronômica”: preferimos o que era mais conveniente de acordo com o roteiro do dia, mas acabamos, sim, indo a alguns locais bem tradicionais.

Pretzels em restaurante típico na região de Malostranská - Fotos: Melissa Becker
Pretzels em restaurante típico na região de Malostranská – Fotos: Melissa Becker

No momento de publicação deste post, R$ 1 está valendo 6,59 Kč – coroas tchecas. Use um conversor online para verificar a cotação atual.

 

Restaurantes típicos

Pivovar a Restaurace U Fleků (na Křemencova, 11): não se preocupe em escolher a cerveja aqui – só tem uma, a da casa, que não é vendida em nenhum outro local do mundo. Funcionando desde 1499, essa cervejaria (e restaurante) é a mais antiga de Praga e a única na Europa Central a produzir a bebida continuamente por mais de 500 anos! Durante o regime comunista, sua cerveja chegou a ser nacionalizada, mas o local voltou às mãos dos antigos donos quando o governo caiu. É possível fazer um tour pela cervejaria para saber mais sobre a produção e a história do local (reserve com antecedência!). Já no restaurante, sente-se a uma das mesas com outros turistas para saborear clássicos pratos boêmios (não é local para pedir “só uma saladinha”, mas chucrute e pepino em conserva). Pedi o Goulash U Fleků, enquanto que meu marido escolheu o porco assado, tudo servido com dumplings (um bolinho, geralmente de pão, acompanhamento básico na gastronomia tcheca).

Turistas dividem espaço nas longas mesas para provar os pratos típicos
Fleku_Praga_Melissa_Becker04
Música típica para os clientes
Fachada do U Fleků, na Křemencova (a algumas quadras do rio Vltava)
Só uma cerveja (“pivo”, em tcheco) no cardápio: a dark lager da casa
Goulash com dumplings: bem servido

 

U Pinkasů (na Jungmannovo square, 15/16, perto do poste cubista do qual falei neste post): a poucas da Praça Wenceslau, esse restaurante típico foi o primeiro a servir em Praga a primeira cerveja pilsen da história (Pilsner Urquell), em 1843. Fotos históricas nas paredes demostram a popularidade do local ao longo dos anos. Do cardápio, meu pedido foi o Old Bohemian beef in cream sauce with cranberries and bread dumplings (carne boêmia em molho cremoso com cranberries e, claro, dumplings de pão), seguido de uma dose do licor de ervas Becherovka, outro clássico tcheco. Se for no verão, procure uma mesa no beer garden junto à igreja gótica de Nossa Senhora das Neves.

U_Pinkasu_Praga_Melissa_Becker01
Carne da região da Boêmia com molho e cranberries e uma dose de Becherovka
Popularidade histórica está registrada nas paredes do restaurante
U_Pinkasu_Praga_Melissa_Becker02
Pequena rua de estilo arquitetônico variado

U_Pinkasu_Praga_Melissa_Becker03

Cervejas

Essas são cervejas que você vai encontrar em Praga:

Czech_Bee_CollageNumeros

  1.   Gambrinus, uma das minhas preferidas;
  2.   Kozel Černý, a variedade escura da marca;
  3.   Krasličák, cerveja verde horrorosa que experimentei no Prague Beer Museum ;
  4.   U Fleků, que você leu acima (na parte dos restaurantes típicos);
  5.   Pilsner Urquell, primeira cerveja pilsen da história;
  6.   Staropramen, essa em uma versão enlatada light (3%) e com limão.

Em alguns bares tchecos, vale experimentar a tankové pivo (cerveja em tanque). Explicando de uma maneira bem simplista,  a cerveja em tanque “pula” uma parte do processo da transferência da bebida da cervejaria para o pub (pasteurização) e, por isso, é mais saborosa.

Cerveja direto do tanque é popular em bares de Praga
Cerveja direto do tanque é popular em bares de Praga

Sentiu falta da Budweiser Budvar? Pois é, não tomei Budvar enquanto estive na República Tcheca. 😮

Mas não preciso ir tão longe para isso: em Birmingham, encontro essa cerveja no pub Lord Clifden, por exemplo.

Aclimatação para a próxima #viagem. #revistabeerart #beer #cerveja #pivo #drinks #pubs #Czech

A post shared by Melissa Becker (@melissabeckerbr) on

 

Cafés

> Café Louvre (na Národní, 22): quando pensava em Praga, sempre me vinha à cabeça uma visão romântica de cafés com escritores e intelectuais entre o final do século 19 e início do século 20. O Café Louvre seria um desses cenários. Inaugurado em 1902, atraiu nomes como Franz Kafka e Albert Einstein. Um lápis e um bloquinho em cada mesa parecem estarem a postos em caso de ideias repentinas que não podem ser esquecidas. Enquanto a inspiração não vem, tenha o cardápio à mão. O pequeno chocolate quente e um apfelstrudel formam um delicioso par para o café da tarde.

Cafe_Louvre_Praga_Melissa_Becker01
Chocolate quente, apfelstrudel e bloquinho à mesa
Cafe_Louvre_Praga_Melissa_Becker03
Carta de bebidas quentes
Cafe_Louvre_Praga_Melissa_Becker02
O café funciona desde 1902
Cafe_Louvre_Praga_Melissa_Becker04
Kafka e Einstein estiveram entre os frequentadores do Café Louvre

Cafe_Louvre_Praga_Melissa_Becker05

 

> Café da Casa Municipal (Kavárna Obecní dům) e Bar Americano (Americky bar) , na Náměstí Republiky 5: o pessoal da minha visão romântica dos cafés de Praga também frequentariam esses dois salões localizados na Casa Municipal, símbolo máximo na arquitetura em art nouveau, sobre o qual falei neste post.

Cafe_Praga_Melissa_Becker01
Café segue estilo arquitetônico da Casa Municipal
Cafe_Praga_Melissa_Becker02
Chandeliers são destaque no interior do salão
Cafe_Praga_Melissa_Becker03
Referências ao estilo nouveau são mantidas ainda hoje nos cardápios
Cafe_Praga_Melissa_Becker04
As paredes são ricas em detalhes que caracterizam o estilo

Cafe_Praga_Melissa_Becker05

Enquanto o café reflete traços puros do estilo do século 20, que te faz querer fotografar cada detalhe, o bar destila influências do Novo Mundo em seu interior (sendo o primeiro local do tipo em Praga em que mulheres poderiam frequentar sem estar acompanhadas por um homem). Hoje, é o bar mais antigo da capital tcheca e o segundo da Europa, segundo o site. O ingresso para o tour na Casa Municipal dá direito a um bebida no Bar Americano (incluindo uma taça de prosecco).

Bar_Americano_Praga_Melissa_Becker01
Luminária foi criada especialmente para o bar
Bar_Americano_Praga_Melissa_Becker02
Interior do local é inspirado em bares de Chicago

Bar_Americano_Praga_Melissa_Becker03

 

> Café Tramvaj, em um antigo bonde na frente do Grand Hotel Evropa, na Praça Wenceslau: muito bonitinho, mas a maior armadilha de turistas em que caímos em Praga. Um café custa mais do que um prato de comida em restaurante típico. Tire fotos, mas fique longe. Existem vários outros cafés pela avenida, e não há nada que justifique os preços desse (nem mesmo a fofura, me desculpe).

Bonde_Praga_Cafe_Melissa_Becker03
Charmoso bonde abriga café em frente ao Grand Hotel Evropa
Bonde_Praga_Cafe_Melissa_Becker01
Apenas turistas desavisados (como nós) frequentam o local
Bonde_Praga_Cafe_Melissa_Becker02
É possível ver o Museu Nacional de dentro do bonde

 

Fumantes

Chamou a atenção o fato de que tchecos ainda fumam em bares – o que já foi banido há anos na Inglaterra.

_Cigarro_Praga_Melissa_Becker

 

Não perca: mais dicas imperdíveis da
República Tcheca
 no BrummieBR!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *