Lutando contra o mofo

Desculpem o post “dona de casa”, mas quem vive na Inglaterra acaba encarando mofo e bolor com mais frequência do que no Brasil.

Cansada de sentir aquele cheirinho de mofo nas minhas roupas e ver meus lindos sapatos com bolor no salto depois de guardados por apenas poucos meses, resolvi preparar meu guarda-roupa para resistir à umidade do inverno inglês.

Desumidificador_Melissa_Becker05
Fotos: Melissa Becker (gato meramente ilustrativo)

Pela Amazon, descobri esses desumidificadores descartáveis, com cristais absorventes, para serem usados em diferentes lugares (gavetas, armários, carros etc).

Desumidificador_Melissa_Becker01

Usei o tipo acima nas prateleiras do meu armário. Também deixei um em um canto do meu quarto que sempre mofa (depois de tudo devidamente limpo e escovado com produto anti-mofo, claro).

Ele vem com um selo de alumínio que deve ser retirado. Não existe risco de os cristais se espalharem (e de intoxicar crianças e animais facilmente – mas cuidado sempre é bom) porque o recipiente permanece selado com um outro tipo de material, que permite a absorção da umidade.

Coloquei os desumidificadores no dia 1° de novembro e retirei no dia 13 de fevereiro. Olhem a diferença:

Desumidificador_Melissa_Becker06jpg (1024x512)

As bolinhas “derreteram”, e a parte de baixo do recipiente ficou cheio de água. Água que, de outra forma, estaria nas minhas roupas. E o canto que sempre mofa não mofou nesses três meses de inverno, por exemplo.

O tempo para troca vai depender da umidade do ar. O potinho pode ficar cheio em poucas semanas ou em meses.

Existe um outro tipo apropriado para o guarda-roupa, que você pode pendurar em meio aos seus cabides. Também fiz as fotos nas mesmas datas.

Desumidificador_Melissa_Becker07 (1024x752)

Quando um lado fica vazio (ou quase) e o outro, cheio, está na hora de trocar. Basta colocar o desumidificador usado em um plástico e jogar no lixo comum (o que tenho minhas dúvidas se é ecológico, mas viver lavando roupas que ficam guardadas também não é ecofriendly).

Ainda existem desumidificadores de ambiente, que podem ser mais duradouros, mas requerem manutenção (trocar o refil e limpar com regularidade), são elétricos etc. Penso em comprar esse para o meu quarto, que é barato e não gasta energia, mas sem abrir mão dos que se coloca no armário!

E você, como lida com a umidade na sua casa?

22 thoughts on “Lutando contra o mofo

  1. Já usei o primeiro desumidificador que você mostrou, foi bem eficiente quando meu marido e eu morávamos em um flat com grande problema de umidade, resolveu bastante, eu indico também.
    Adorei o gatinho meramente ilustrativo 😸

    1. Ah e também temos esse desumidificador elétrico que a Claudia citou, também foi bem eficiente quando usei. Deixava ele ligado o dia inteiro no quarto com as portas do guarda-roupa abertas pra dar uma ajudinha em parceria com o desumidificador que você citou 😉

      1. Eu estou satisfeita com esses desumidificadores com cristais até agora, mas talvez ter um elétrico não seja má ideia (daria para colocar no banheiro depois do banho, por exemplo, e diminuir a umidade por lá também, hehe).

  2. Já usei o primeiro desumidificador que você mostrou, foi bem eficiente quando meu marido e eu morávamos em um flat com grande problema de umidade, resolveu bastante, eu indico também.
    Adorei o gatinho meramente ilustrativo 😸

    1. Ah e também temos esse desumidificador elétrico que a Claudia citou, também foi bem eficiente quando usei. Deixava ele ligado o dia inteiro no quarto com as portas do guarda-roupa abertas pra dar uma ajudinha em parceria com o desumidificador que você citou 😉

      1. Eu estou satisfeita com esses desumidificadores com cristais até agora, mas talvez ter um elétrico não seja má ideia (daria para colocar no banheiro depois do banho, por exemplo, e diminuir a umidade por lá também, hehe).

  3. Melissa! Obrigada pela dica. Engraçado, mas o único lugar aqui em casa que fica mofado é onde o calor do aquecimento não chega. O resto da casa, por eu deixar o aquecedor sempre ligado, acaba não acontecendo isso.

    1. Que bom que foi útil! 🙂

      O canto do meu quarto que sempre mofa fica a meio metro do aquecedor! A gente deixa o aquecimento no timer, fica desligado quando não estamos em casa, mas essa é uma parte que não pega sol em nenhuma época do ano – sei lá, talvez a umidade do lado de fora seja tanta que penetra pela parede (posso estar dizendo uma bobagem, nada sei sobre a “ciência do mofo”).

  4. Melissa! Obrigada pela dica. Engraçado, mas o único lugar aqui em casa que fica mofado é onde o calor do aquecimento não chega. O resto da casa, por eu deixar o aquecedor sempre ligado, acaba não acontecendo isso.

    1. Que bom que foi útil! 🙂

      O canto do meu quarto que sempre mofa fica a meio metro do aquecedor! A gente deixa o aquecimento no timer, fica desligado quando não estamos em casa, mas essa é uma parte que não pega sol em nenhuma época do ano – sei lá, talvez a umidade do lado de fora seja tanta que penetra pela parede (posso estar dizendo uma bobagem, nada sei sobre a “ciência do mofo”).

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *